Conta Um e Conto Outro

Núcleo Corpo Rastreado

Dia 9 de novembro de 2013, das 15h às 17h na Tenda 2: FÓRUMzinho Social

Uma roda de conversa, aberta a todos os que se sentirem provocados a participar dela, se forma em torno de um conto, crônica ou história que é apresentado à roda de muitas maneiras, pode ser com bonecos, com contação de histórias, com jogos, etc. A partir dele, a convite dos provocadores que começam a relacionar o conto com situações cotidianas, outras histórias são contadas e relacionadas transformando a roda em um espaço onde o conhecimento é compartilhado sem hierarquias, de maneira horizontal, e as histórias ganham importância na medida que cada um que compõem a roda a partilha e relaciona com suas próprias histórias. Dessa maneira alargam suas experiências e ¬¬transformam a roda em uma experiência viva de aprendizado.

Para potencializar a nossa experiência na roda, vamos tomar pequenas pílulas do Corpo Vibrante! Corpo vivo que usa todas as nossas inteligências para encarnar e concretizar a nossa experiência. As pílulas de Corpo Vibrante são rápidas e vigorosas e podem durar 5 min no máximo! Elas trazem a inteireza do corpo : dos pés à cabeça e da cabeça aos pés! E podemos então, colocar as inteligências múltiplas na roda!
Penso que deveríamos tomar 3 pílulas de 5 min durante uma roda de 2hs. No começo de tudo antes de sentar e formar a roda, uma depois da história e da conversa, e uma para finalizar, fazendo vibrar no corpo tudo o que foi dito, ouvido e sentido durante a roda.

A lógica do capital opera no indivíduo de maneira a que ele exista como uma massa de significados, cada vez mais distante do ser individuado e mais próximo dos desejos impostos pela ideologia vigente.

Conta um e Conto Outro foi criado justamente para agir na contramão desse pensamento massificado onde as informações importam mais que as experiências e onde sempre existe um lugar já determinado a ser alcançado. Aqui o que importa são as histórias vividas e experiênciadas que leva o indivíduo a autonomia, existindo em comunidade e entendendo o outro como parte de sua história.

O aprendizado autônomo parte do princípio que o indivíduo é senhor de sua história e de suas escolhas e que para isso é preciso se viver uma vida consciente e não automatizada, é preciso perceber que o sentido às experiências é dado por nós e não pela lógica de consumo e nem pelo pensamento massificado onde o cidadão é levado a pensar que não tem força nenhuma junto à sua comunidade e aos seus reais desejos.

https://www.facebook.com/pages/Nucleo-Corpo-Rastreado/113523738711523?fref=ts

Sobre Bruno Franques

Bruno Franques é sociólogo, bacharel em Ciências Sociais pela USP. Mestrando em Educação, Comunidade e Movimentos Sociais na UFSCar Sorocaba. Cursou também Comunicação Social e Educomunicação. Colaborador do Instituto Physis (institutophysis.wordpress.com), é membro da Rede de Facilitadores de Fóruns Locais (forunslocais.net); do Grupo de Facilitadores do Fórum dos Povos (forumdospovos.net); do Fórum Social São Paulo (forumsocialsp.org.br); do Fórum Social Sorocaba (forumsocialsorocaba.org.br); do Coletivo Coolmeia SP (coolmeia.org); do Grupo de Articulação Regional da Feira de Orgânicos de Sorocaba (garfos.org.br), do Núcleo de Educação Infantil Jardim do Livre Sonhar (livresonhar.org.br), do programa de televisão Diálogos Comunitários (dcufscar.wordpress.com), da Campanha Nacional Contra os Agrotóxicos e pela Vida (contraosagrotoxicos.org) e da Coalizão por um Brasil Livre de Usinas Nucleares (brasilcontrausinanuclear.com.br). Pesquisador vinculado ao Grupo de Pesquisa em Educação, Comunidade e Movimentos Sociais, da UFSCar Sorocaba (comov.wordpress.com) e ao Grupo de Pesquisa em Comunicação e Movimentos Sociais (GPCOMS). Articulador regional da Rede SANS – Rede de Defesa e Promoção da Alimentação Saudável, Adequada e Solidária (redesans.com.br).
Esta entrada foi publicada em FSSP 2013, FÓRUMzinho, Programação. Adicione o link permanenteaos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>